Newsletter Facebook

Publicado em:
24
11/2017

Dicas de como escolher o revestimento ideal para a piscina

Alguns fatores devem ser levados em consideração na hora da escolha, como resistência à mudança de temperatura, exposição aos raios violetas e à limpeza com produtos químicos.

A piscina costuma ser um dos locais mais atrativo da casa. A área externa é ótima opção para relaxar, reunir os amigos ou tomar sol. Por isso, a decoração do ambiente é importante para deixar tudo em plena harmonia, pensando desde os móveis, o paisagismo até o revestimento da piscina. Mas, além da estética, a qualidade do material é fundamental.

Existem diversos tipos no mercado, como cerâmicas, porcelanas, pastilhas de vidro e pedras. Com tanta variedade à disposição do consumidor, às vezes a escolha do material pode se tornar um tanto complicada. Mas para ajudar, vale lembrar de alguns fatores que devem ser levados em consideração, como resistência à mudança de temperatura, exposição aos raios violetas e à limpeza com produtos químicos. Confira as características de cada modelo:

A cerâmica é o modelo que ganha no custo x benefício, além de exigir baixo investimento, ser de aplicação fácil e dispensar mão-de-obra especializada. Outra vantagem é a resistência do revestimento aos raios ultravioleta, movimentos da estrutura da piscina e produtos químicos usados na limpeza.

As pastilhas de vidro proporcionam um belo efeito visual, permitindo reproduzir desenhos e mosaicos. No entanto, é preciso contratar mão de obra especializada. Os revestimentos em porcelana também possibilitam uma decoração mais criativa. Além disso, têm baixa absorção de água, são resistentes aos produtos químicos, a manchas e a choques térmicos.

Os vinílicos são uma alternativa. Eles são aplicados sobre o concreto da piscina e ganham vantagem por impermeabilizarem o local, reduzindo uma das etapas da construção.

Já as pedras naturais dão um resultado diferente e permitem até escolher a tonalidade da água. As peças vulcânicas como Hijau e Hitam deixam um aspecto esverdeado ou azulado. A pedra mineira garante um tom amarelo.

Fonte: Primeira Página, com Delas IG