Feira

Brasil se mantém em segundo lugar no ranking mundial de piscinas

O mercado nacional, a revisão da norma NBR 10339:2018 e outros temas serão debatidos no 4º Fórum de Piscinas e Spas.

 

Em meio à crise econômica dos últimos anos, o setor de piscinas respira sem aparelhos. Segundo a ANAPP (Associação Nacional das Empresas e Profissionais de Piscinas), em 2018 o número de piscinas produzidas superou em 4,3% o total de 2017, o que significa cerca de 100 mil unidades.

“O total de piscinas instaladas no Brasil ultrapassa 2,8 milhões, o que mantém o País no segundo lugar do ranking mundial desse mercado, atrás apenas dos Estados Unidos”, garante Augusto Araújo, presidente da entidade.

Ainda de acordo com a ANAPP, o modelo de piscina mais vendido atualmente no mercado brasileiro é o de 3x6 metros – o equivalente a 25 mil litros. Outro dado interessante dá conta que a participação das piscinas de vinil e de fibra corresponde a 35% cada do total de unidades instaladas, ao passo que os modelos em concreto ficam com uma fatia de 30%, mostrando que o mercado é aquecido igualmente em cada categoria.

Esse aquecimento, por sinal, se deve também pelas vendas dos produtos periféricos, tais como aquecedores, iluminação, automação, cascatas e fontes, já que a maioria das piscinas vendidas atualmente vêm com alguns destes equipamentos instalados.

Segundo Augusto, ainda não é possível oficializar os números de 2019, porém a expectativa se configura entre as melhores, principalmente com as propostas do novo Governo e os dados conjunturais do setor registrados no ano passado.

Outro fator que vai contribuir para o contínuo crescimento da indústria nos próximos anos é que ABNT revisou recentemente a norma NBR 10339:2018, referente à recirculação, tratamento e segurança em piscinas, o que abre uma janela de oportunidades para fabricantes e lojistas. “Produtos que não têm qualidade, o consumidor não adquire, pois o mercado está mais exigente e não há espaço para aventuras”, ressalta o dirigente.

Todos estes e outros temas fazem parte da programação do 4º Fórum de Piscinas e Spas¸ evento integrado da Expolazer & Outdoor Living (veja programação aqui).

“A feira é o ponto alto do mercado. É nela que se dá a oportunidade de apresentação de novidades, tendências e informações aos profissionais e consumidores envolvidos com a paixão que é ter uma piscina”, diz Araújo.

Organizada pela Francal Feiras, com colaboração da ANAPP, a Expolazer & Outdoor Living traz as últimas tendências de um setor em constante movimento. Seu formato inovador mantém o posicionamento de único evento de negócios na América do Sul direcionada ao mercado de outdoor living.

A Expolazer apresenta em primeira mão desde lançamentos e tendências em piscinas de fibra, vinil e alvenaria, até acessórios (cascatas, escadas, grelhas, mangueiras, capas), revestimentos, itens de segurança e acessibilidade, equipamentos e insumos para limpeza, manutenção, aquecimento e tratamento de água.

O mix de produtos engloba, ainda, uma série de atividades que se dão no entorno das piscinas, como decoração (móveis, umbrellones, guarda-sóis, churrasqueiras, iluminação), wellness (banheiras, spas, ofurôs) e recreação (fitness, esportes aquáticos, hidroginástica, natação, jogos aquáticos), entre outras.

Os produtos e serviços oferecidos pelas marcas participantes no evento atendem ao varejo de piscinas, construção, decoração e a profissionais como tratadores de piscinas, arquitetos, engenheiros, paisagistas, decoradores, academias, clubes, hotéis, resorts, spas, condomínios, entre outros.

 

Leia também: Aqualax apresenta novo modelo de Spa

Leia também: hth trabalha para atender novos hábitos sustentáveis do consumidor

 

Fonte: Primeira Página

 

Redes Sociais